Até onde vai a sua ética?

Vinicius Silva Pezeta – 41414774

grana

Um assunto que está sempre presente no cotidiano de nós seres humanos que vivemos dentro de uma sociedade, é a conduta ética perante a qualquer segmento. Especificamente no Brasil, há sempre uma cobrança ética muito grande, pois como é de conhecimento de todos, até internacionalmente, o Brasil possui um dos povos mais corruptos do mundo, e não sou eu que estou dizendo, são várias pesquisas realizadas fundamentadas em fatos que ocorreram e ocorrem todos os anos por aqui.

Dentro do problema ético darei ênfase em uma área pouco citada,  porém muito polêmica, a ética no trabalho. Em 2013 foi realizada uma pesquisa em que os idealizadores ( o grupo ICTS) criaram sete perguntas com situações que usualmente podem acontecer em uma empresa, baseados nas respostas poderiam ter uma ideia do quão corrupto seria uma boa parte da população brasileira.

Estas foram as situações propostas pelos entrevistadores:

1 – Denunciar um ato antiético cometido por um colega;

2 – Conviver com atos antiéticos;

3 – Adoção de “atalho” antiético para atingir metas;

4 – Furto;

5 – Aceitar suborno;

6 – Receber presentes;

7 – Usar informações confidenciais em benefício próprio.

Segue o link dos resultados da pesquisa:

http://carreiradeti.com.br/pesquisa-inedita-no-brasil-assusta-ao-revelar-o-comprometimento-com-a-etica-no-trabalho/
Sabendo disso e no atual momento político conturbado em que vivemos, onde a opinião e liberdade de expressão acabam se confundindo com discursos de ódio e ataques aos que possuem opiniões opostas. Não estou dizendo que não devemos cobrar transparência e justiça de nossos governantes, mas não seria uma questão de começar a melhorar o país olhando para as atitudes pessoais, antes de sair distribuindo ódio pelas redes sociais, por exemplo?

A mudança de fato só irá acontecer quando antes de cobrar do próximo, nós seres humanos, pararmos pra analisar as próprias atitudes, por menores que sejam os impactos destas. Pois da mesma forma que um político não tem moral para criticar o povo ao qual representa, nós também não podemos apenas apontar o dedo para eles e cobrar atitudes, sendo que se uma boa parte da população estivesse no lugar de algum deles, com certeza estaria envolvido nos mesmos problemas.

debate

A capacidade de pensar e assim poder debater com os outros é uma dádiva de nossa espécie, deveria ser usada para ampliar o conhecimento mútuo, e não uma tentativa de convencer ao próximo de que você está mais certo do que ele.

Reflita!

reflita-sobre-a-vida.jpg

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s