O novo ”petróleo” dos dias atuais

por Renata Moniz

Durante a palestra ministrada por Luiz Machado, Country Manager Brazil – KBM Group, que vem a FAAP à convite da IAB (Interactive Advertising Bureau), foi discutido como os rastros dos usuários das redes podem ser aplicados dentro de campanhas de publicidade digital. Logo no começo de sua fala, Luiz aponta que, nos dias atuais, os dados digitais são tidos como o ‘’novo petróleo’’, já que, tem se mostrado como uma alta fonte de lucro. De acordo com Luiz, em 2017, durante o primeiro trimestre, cinco das maiores empresas de tecnologia do mundo, tiveram um lucro de 25 bilhões de dólares, graças ao massivo uso de dados digitais.

Os dados possibilitam que a economia deixe de partir de algo escasso (como era o caso do petróleo), para algo abundante. Vale lembrar que, esta ampla vastidão de informações também pode trazer um fator negativo, já que agora passa a ser mais difícil de entender e de acionar estas informações. Como mencionado por Luiz, os dados contém três grandes classificações. Sendo eles: SPI (sensíveis), PII (identificam o user como pessoa) e aqueles que são de classificação anônima/agregada.

Dentro destas possibilidades, há a ferramenta do Remarketing, ou Retarget, mecanismo que é extremamente utilizado por quase todas as plataformas de e-commerce da atualidade. A técnica permite com que os diferentes sites saibam qual é o exato público que navega em seu portal. O recurso funciona da seguinte forma: O remarketing irá encontrar estes usuários na rede de display do Google, veiculando um determinado anúncio a partir da experiência prévia no site. Os comportamentos podem ser vários, como uma simples navegação, uma pesquisa de preços, conclusão de compra, etc. A partir de uma certa atitude, os anúncios irão se portar posteriormente de forma diferente para cada situação. Por exemplo, no caso de um user que não concluiu uma compra, quando ele sair deste site e navegar em outras plataformas, ele irá ver com uma alta freqüência o produto pesquisado, com forte ênfase no desconto/valor do item. Diferentemente de um outro usuário que de fato realizou a compra, onde o e-commerce irá reencontrar ele na web de uma outra maneira, ou seja, mostrando acessórios ou objetos similares a aquele que já foi adquirido. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s