Autoria de reagir

Victor do Carmo Crego – 41423757

finebroz

Benny Fine e Rafi Fine, conhecidos juntamente como “The Fine Brothers”, são produtores, escritores, diretores de conteúdo online e co-fundadores de um dos maiores canais de YouTube da atualidade, o “The Fine Brothers Enterteinment”. Desde 2004 produzem conteúdo para a internet mas foi em 2007 que criaram seu canal e atingiram seu verdadeiro sucesso. Sua série mais popular, os “React Videos”, consistem em vídeos de um certo grupo de pessoas (adultos, adolescentes, celebridades, crianças) sendo gravadas mostrando sua reação ao ver algo (um vídeo, por exemplo) pela primeira vez.

Assim, The Fine Bros são os criadores de conteúdo mais populares que fazem esses tipos de vídeos, o que vale notar é que não foram os primeiros, os originais nem os únicos. Assim sendo, em 2015 eles começaram a registrar as marcas de “Kids React”, “Adults React” e “Celebreties React”. Mas foi quando, um pouco depois, eles enviaram um pedido de registrar a palavra “React”, uma palavra e termo  muito comum e usado por vários criadores de conteúdo em vídeos do YouTube, isso significaria que eles teriam propriedade e controle sobre todos esse outros vídeos e canais.

Mas esse anunciamento  não foi bem recebido pela comunidade da internet/YouTube, a ideia de que eles poderiam fazer com que vídeos e canais que tivessem esta palavra fossem até tirados do ar (como já supostamente teria ocorrido), não agradou a ninguém, até porque eles não foram os que inventaram o formato. A conclusão desse “Backlash”, foi uma das maiores quedas de inscritos de um canal do Youtube, depois de perderem mais de 2 milhões de inscritos, os irmãos soltaram um vídeo se desculpando para seus inscritos (e comunidade da internet/YouTube em geral) revertendo e desistindo de todas as tentativas de registro de marca, previamente estabelecidas, até reconhecendo que estavam construindo um sistema que facilmente poderia ser usado de forma abusiva e errada.

Claramente, a decisão de se criar um vídeo se desculpando com seus inscritos e reconhecendo seus erros, foi apenas um modo de “parar o sangramento” da queda enorme de seguidores do canal e da imagem negativa que este estava recebendo e criando. Caso não tivessem anunciado esse planos de registro de marcas antes de fazê-lo, muito provável que teriam seguido em frente e talvez as pessoas nem tivessem percebido. No final, eles recuperaram todos os inscritos (em números) que tinham perdido e ainda ganharam mais visualizações pela publicidade, mesmo que negativa, que o caso gerou. É um caso interessante para observarmos e lembrarmos o quanto a pressão da mídia e a opinião popular interferem até nas decisões legais das pessoas e do sistema.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s