Visionário e Polêmico: prazer, Kanye West

Amanda de Oliveira Amora – 41621443

gettyimages-509642162Kanye West é sem dúvidas um dos artistas mais polêmicos da atualidade. Como ele mesmo faz questão de se declarar “Yeezus”, um trocadilho bem bolado com nada mais nada menos que, Jesus Cristo. Ou seja, Ye para os íntimos, se considera um Deus e não tem a mínima vergonha em dizer como a humanidade deveria ser grata pela sua existência.

Envolvido em controvérsias no mundo da música, moda e religião, sua mais recente intriga foi um clipe, que poderia ser só mais um, mas acabou originando uma discussão sem fim no mundo inteiro. O clipe da música Famous apresenta uma lista de problemas, dos quais Kanye justifica como arte e uma forma de representar o mundo das pessoas públicas.

A letra altamente egocêntrica, é baseada em uma compilação de elogios ao próprio artista, quando ele se diz responsável pelo sucesso da cantora Taylor Swift – ganhadora de inúmeros prêmios, recorde em vendas e influenciadora de milhares de pessoas – com a infeliz colocação “I feel like me Taylor might still have sex, why? I made that b*tch famous”, impossível dizer o que há de mais errado em uma única frase. Chamar uma mulher de vadia? Cobrar uma relação sexual como se fosse uma dívida? Se declarar responsável pelo sucesso da própria? Em apenas um verso, Kanye West conseguiu atrair mais atenção do que um CD inteiro dos Rolling Stones.

Segundo a própria Taylor Swift, não houve um consenso entre ambas as partes para uso do termo “vadia”e como mulher ela se sentia extremamente desrespeitada por ser chamada assim mundialmente. A polêmica encerraria por aí? Não mesmo.

O clipe lançado posteriormente ao acontecimento, trata-se de uma pós orgia envolvendo personalidades controversas em seu próprio meio, como George W. Bush, Bill Cosby, Donald Trump, Taylor Swift que não poderia ficar de fora, Anna Wintour, Rihanna, Chris Brown, a própria esposa Kim Kardashian West e outros. Estes foram representados por figuras de cera nuas, deitados em uma enorme cama e dormindo. As manifestações foram um tanto quanto distintas, George W. Bush falou por meio de um representante que não tinha conhecimento sobre aquilo, Chris Brown reclamou do físico dado a ele, Taylor permaneceu calada e a pergunta que ficou foi, houve algum tipo de autorização para o uso de imagem? Kanye não falou sobre isso, pelo contrário, fez questão de dizer que estava aguardando ansiosamente pelos processos, “Can somebody sue me already?”.

Não se sabe exatamente a reação de cada um, mas é possível deduzir que não foi positiva. O que deixa Kanye West mais feliz ainda, já que sua revolucionária forma de fazer arte não têm o objetivo de agradar ninguém. Falem mal, mas falem de mim!

 

Aos curiosos e interessados fica aqui a obra de arte (ou como preferir chamar):

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s