Impacto das novas mídias na atual conjuntura política do País

 

eleições

A internet surgiu com a proposta de redistribuição de poder e de proporcionar a desconcentração de infraestrutura, que sempre estiveram nas mãos de poucas corporações globais. Esse processo não ocorreu totalmente, nem ocorre no que tange o processo de formação de conhecimento no contexto virtual.

A internet indubitavelmente quebrou a unidirecionalidade  histórica na comunicação de massa, trazendo mais diversidade de opiniões. Isso se refletiu de forma elementar no processo eleitoral do presidente americano Barack Obama, pois além de atrair os jovens, a internet promoveu um novo espaço da formação de opinião, criando uma nova realidade da mídia no mundo.

Desta forma, a mídia tradicional não deu conta do espaço de formação de opinião pública, tendo que atualizar seus antigos métodos de comunicação. Porém, por que nesse novo espaço, teoricamente democrático e heterogêneo, houve uma radicalização e polarização do processo político? Por que as opiniões se tornaram menos diversas e mais extremas?

A quem interessa a radicalização do processo político?

Ou seja, Há uma ampliação do debate, há um espaço que sugere a diversidade, mas isso não ocorre. Como a internet interferiu na nova forma de construção de opinião pública? Como a mídia tradicional lida com isso? A mídia tradicional perdeu seus antigos privilégios nas novas plataformas de conteúdo? Como isso muda o processo político e eleitoral? Como isso se reflete na atual conjuntura política do País?

Katrin Riato
41411988

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s